segunda-feira, 4 de maio de 2015

INVENTOR DO PIANO É HOMENAGEADO PELO GOOGLE COM DOODLE ANIMADO


Por Francisco José dos Santos Braga


O Google sempre surpreende com seus variados doodles ao redor do mundo
 e hoje o fez com esta  criativa homenagem ao inventor do piano.



Bela homenagem presta o Google, nesta segunda-feira, dia 4 de maio de 2015, ao transcurso do 360º aniversário de Bartolomeo Cristofori di Francesco, considerado inventor do piano, através do doodle acima, em que um pianista possivelmente Johann Sebastian Bach executa trecho de seu "Jesus, Alegria dos Homens" ("Jesus, Joy of Man's Desiring", em inglês, ou, no original alemão, "Jesus, bleibet meine Freude" - mov. X da Cantata BWV 147). ¹

Cristofori nasceu em Pádua, na Itália, no dia 4 de maio de 1655.  Quando Cristofori se iniciou no mundo da música como fabricante de cravos, este instrumento musical, dada a sua popularidade, era o que mais se sobressaía dentre os instrumentos de teclado. Entretanto, ele percebeu a fraqueza daquele instrumento, no que se refere à dinâmica (grau de intensidade de um som). 

Em 1690, mudou-se para Florença a convite do príncipe Fernando de Médici. Foi, portanto, na corte toscana, em 1698, que Cristofori apresentou seu primeiro projeto e, mais tarde, em 1702, exibiu seu primeiro cravo modificado. Em 1709, finalmente conseguiu alterar a configuração do cravo, montando pela primeira vez o avô dos pianos modernos, a que chamou de "gravicembalo com piano e forte" (cravo com piano e forte). Entretanto, apenas em 1711, apareceram os primeiros registros do novo instrumento de percussão (com martelos percutindo as cordas).

Servindo-me do Google, foi possível localizar os três pianos que Bartolomeo Cristofori criou na década de 1720. O primeiro se encontra no Museu Metropolitano de New York com a inscrição original em latim do inventor: "bartholomaevs de christophoris patavinus inventor faciebat florentiae" seguida da data em numerais romanos" (Bartolomeo Cristofori, inventor paduano, fabricava em Florença em...). As mesmas palavras trazem seus instrumentos de 1722 e 1726, que estão guardados em Roma e em Leipzig, respectivamente.
Bartolomeo Cristofori, inventor do piano


A nova invenção utilizava, ao invés de penas que pinçavam as cordas como no cravo, martelos percutindo as cordas, permitindo que a duração do som pudesse ser prolongada, desde que o músico mantivesse as teclas pressionadas. A invenção possibilitou ainda que os músicos controlassem a dinâmica e modificassem a sonoridade, dependendo de como tocassem.

Nos séculos seguintes, o piano passou por uma série de modificações antes de se tornar o instrumento musical mais popular de todos. Embora tenha sido inventado no início do século XVIII, a invenção de Cristofori só vingou no final daquele século, ao ser preferido por grandes músicos, tais como Carl Phillip Emanuel Bach, Domenico Scarlatti, Muzio Clementi, Mozart e Beethoven. No século XIX, grandes compositores românticos para o piano, especialmente Chopin, Lizst, Brahms e Schubert, trouxeram grande contribuição para a difusão do instrumento, que se impõe até hoje nas salas de concerto do mundo inteiro.

Esses aperfeiçoamentos foram considerados extremamente importantes pelos pianistas, visto que cada vez mais puderam explorar as qualidades sonoras do instrumento, fator essencial para um perfeito touché e uma única e distintiva interpretação.

O criador do doodle acima, Leon Hong, revelou que a música de Bach foi selecionada por ser contemporânea e também por se adaptar perfeitamente às animações. No citado doodle da ferramenta de busca do Google, é possível aumentar ou abaixar o volume e, à medida que o som é aumentado, os movimentos do pianista se animam. Foi através dessa caricatura deveras engenhosa que o Google conseguiu ressaltar as qualidades acústicas, sonoras, técnicas e mecânicas da nova invenção de Cristofori.


NOTA EXPLICATIVA


¹ O doodle animado ainda pode ser acessado, clicando no link: http://doodlefinder.org/bartolomeo-cristofori-inventor-piano